PARAIBANO: FRIO SURPREENDE MORADORES.

Foto André Alves

O Maranhão é um Estado quente com temperaturas elevadas na maioria dos meses do ano.

O sertão maranhense (na mesorregião do leste Maranhense – microrregião das Chapadas do Alto Itapecuru )  a temperatura ultrapassa 38 graus no verão e no inverno fica na média dos 30 graus.

Mas nos últimos anos está havendo uma mudança na estação que deveria ser de chuvas e ventos. O frio principalmente à noite tem caído, surpreendendo os moradores desacostumados com o clima, muitos não tem agasalhos, nem cobertores apropriados e penam nas noites e madrugadas com o clima que chega a baixar drasticamente. No início de 2018 o registro de temperaturas baixas tem batido o recorde na região.

www.climatempo.com.br

Na manhã desta quinta-feira em Sucupira do Norte a temperatura ficou em torno de 20 graus e as estradas com névoa densa em algumas localidades da zona rural, encobrindo a paisagem.

Sucupira do Norte Foto:Lasan

Na madrugada desta sexta-feira (12) em Paraibano a névoa dificultava a visibilidade, o morro onde ficam as torres de telecomunicações foi encoberta e na BR 135 (conforme as imagens do radialista André Alves).

O sol no dia de ontem não foi visto. Uma garoa ameaçou chuva.

Hoje  ele começa a mostrar seus raios e a previsão promete mais frio a noite. A variação fica entre 30 e 22 graus.

Donos de bares na cidade reclamam que a noite devido ao frio, tem diminuído o movimento de clientes, com a temperatura em baixa durante a noite os moradores preferem se recolher mas cedo, embrulhados em lençóis e em frente a televisores. As ruas estão praticamente desertas e são poucos os que se atrevem a sair devido as temperaturas.

Tony Guerra. Foto:Lasan

O frio deu seus primeiros sinais em Paraibano, na noite do aniversário da cidade no sábado 6 de janeiro, quando no palco da praça, o cantor Tony Guerra reclamou de uma lombada de vento frio, se encolheu e depois desconfiado olhou para o fotógrafo que registrou o momento, mas a galera não ligou para a temperatura e se esbaldou se esquentando no forró em um dos maiores shows de aniversário da cidade.

O frio é ideal para programas caseiros e cenários românticos, porém é também nessa época que aparece as doenças mais comuns no inverno. Durante o inverno a incidência de problemas de saúde aumenta, e muito. Tosse, espirros, nariz entupido e mal-estar são apenas alguns dos sintomas que acompanham os casos de gripe e resfriado.

Em contato com a secretaria municipal de saúde, a reportagem pediu informações sobre os problemas de saúde ocasionados pelo clima frio. Conforme a secretária de saúde Rosilene Guerra, houve aumento nos atendimentos a pacientes com casos de infecções respiratórias, principalmente com resfriado e gripe.

No momento dessa reportagem, só para contrariar o sol está rindo e esquentando.

Abaixo fotos do tempo na região nos últimos dias, nas lentes do radialista André Alves.